Domingo, 28 de Dezembro de 2008

Estou vivo!!!

Todos nos comentemos erros..

Erros do tipo, dizer mos que uma pessoa e "bue da fixe" so porque a pessoa e brincalhona e simpatica, mas nas costas elas acham que somos uns grandes falhados e filhos da puta (sorry a linguagem)

Engano de muitas pessoas, não somos nenhuns falhados, nem FDP.

NAO, somos nos mesmos, eu aprendi a confiar nas pessoas, quando eu quero e nao logo na primeira impressao ou de falar com ela/ele muitas vezes.

Isso e um erro tremendo.

Hoje chorei, chorei porque dizeram me que nao me viam no futuro feliz, nem casado, nem com namorada. Mas tambem dizeram me isto tudo porque virar que eu nao andava a lutar.

E realmente vi que tinham razao, eu andava morto, hoje, neste momento acordei, e estava para desistir, mas neste momento eu vou lutar para por aquilo que quero, como o proprio ditado diz: "se maome nao vai a montanha, a montanha vai a maome"

Aparti de hoje vou lutar por aquilo que quero, ser feliz e a minha primeira opção.

Hoje estou mais vivo que nunca, irei chorar mais vezes, irei cair mais vezes, mas sempre a lutar e nao a morrer.

Hoje finalmente estou livre :D

Se calhar muitos nao vao perceber isto, mas aparti de hoje vai ser assim para mim, e ao mesmo tempo foi um desabafo.

Eu te adoro Rita, Obrigado por tudo, por seres quem es, por seres essencial para mim e por gostares de mim pelo que sou ='D

Beijos a todas as raparigas do blogsfera e para os rapazes que aparecerem por aqui, um aperto de mao.

 

sinto-me: lindamente
música: I still alive!!

publicado por big smoke às 18:57
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

A minha mensagem de Natal / Feliz Natal!

A minha mensagem de Natal

Há muito tempo atrás um poeta decidiu escrever sua obra. Poetas são seres mágicos, suas palavras têm o poder de criar mundos. Basta que digam e as coisas acontecem, surgem do nada, ex nihilo, desejos que se transformam em coisas.

Esse poeta criou mundos assim, pela sua palavra. Bastava dizer e as coisas vinham à existência. Era característica dele o gosto pela criação, e sempre ao final de cada criação ele via que tudo aquilo era bom... e seguia adiante... criando coisas, até que decidiu encerrar a sua criação. Era hora de escrever a sua obra prima, sua grande ária da magnífica ópera que começava a existir.

Havia um cuidado especial para a criação de seu mais grandioso poema, não bastariam as palavras ao vento, Ele as queria escrever com as próprias mãos, seria diferente, ao invés de simples palavras, barro... e então a obra foi feita, imagem e semelhança dEle. O grande poeta então, ao ver sua obra ali, como ele queria, soprou sobre ela... e a poesia ganhou vida, ganhou palavras novas, ganhou o sopro do criador... inspiração... expiração... vento...

Mais tarde, ao contemplar sua magnífica obra percebeu um ar de tristeza na sua poesia, faltava-lhe algo, faltava-lhe rima, algo que o completasse inteiramente... havia um vazio em meio a algumas linhas e o poeta fez com que sua poesia dormisse, e sonhasse... nos sonhos os mundos também se criam...

Ao acordar de seu sono o poema se viu completo, as palavras agora se encaixavam perfeitamente, e havia sentimentos novos... desejo... amor... coisas que só um poeta entende, e sua poesia também. E assim conviviam bem, poeta e poesia, autor e obra, e da criação passou-se à nomeação das coisas, palavras novas, imaginação, imagem em ação, nomes, palavras, seres... vidas...

Até que um dia um cientista resolveu aparecer para complicar a história. Cientistas detestam poetas e odeiam poesias. Afinal, cientistas são conhecedores do bem e do mal... então o cientista resolveu oferecer ao poema a “grande chance” de deixar de ser poesia e tornar-se uma grande tese acadêmica, afinal a poesia é para os sonhadores, loucos, boêmios, amantes, mas as teses científicas é que dominam o “mercado” e nos dão garantia de sermos deuses, conhecedores de todo o bem e todo o mal.

A poesia cedeu sua beleza e encanto à praticidade do texto científico... houve um borrão no poema original, que perdeu sua essência... tornou-se um texto chato, cansativo, longo demais... textos desses que ninguém consegue entender, dizem até que num determinado momento tal era a confusão que a tese se dividiu em línguas diferentes, nem ela mesmo se entendia... babel... confusão...

Algo deveria ser feito para se reconquistar a poesia original... mas... o que ? Um poema como o original, algo tão belo que, ao morrer poesia (e toda poesia traz em si um pouco de morte) apagasse as manchas do primeiro poema e restaurasse a beleza que havia escondida sob os borrões das teses cientificas, sob o conhecimento do bem e do mal.

Os filósofos, amigos dos poetas, chamavam o criador de poemas de Verbo, verbo é a alma do poema, poemas sem verbos são chatos. Imagine um poema sem amar, sentir, chorar, sonhar, ver, ouvir, tocar, cheirar, sofrer...

Pois o verbo... se fez carne... o poeta se fez poesia, e mais...se fez criança. Crianças e poesias tem muito em comum... não se levam a sério demais. Brincam com a vida, brindam a vida. Como diria o poeta Rubem Alves: “O natal é um poema. Nele Deus se revela como criança (...) Prefiro o Deus criança. No colo de um Deus criança, eu posso dormir tranqüilo.”

Isto é natal!! Poesia, amor, canção... tudo embalado e regido por uma criança... deixai vir a mim os pequeninos porque dos tais é o reino da poesia. Deus é o poeta... nós somos o poema... Jesus é o poeta-poema feito criança... natal!!

Já quis muito ser teólogo... hoje não quero mais.... quero ser poeta. Um teólogo vê uma criança e trata de elaborar uma tese, talvez sobre a soteriologia infantil, pedobatismo, idade da razão, etc. O poeta vê uma criança e brinca, faz poesia, e a criança brinca com ele, vira poema! Viva a poesia! Que o natal seja o renascimento de poetas e poemas, de canções de amor, de sonhos, de jardins repletos de felicidade...

Que o poeta seja reverenciado, que o poema-criança seja amado, e que o poeta que se fez poesia seja lembrado como o criador dos versos mais maravilhosos que ele já fez, mudando de vez a história... mudando a nossa história...

Feliz Natal!!!

 

quem conseguir ler isto tudo, dou ja os parabens =D

que todos tenham um Feliz Natal e tudo de bom =)

beijinho's fofos ^^

sinto-me:

publicado por big smoke às 15:31
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008

Ao verdadeiro amor!

Ao verdadeiro amor!

As paixões passam e as ilusões desaparecem, mas o verdadeiro amor jamais morre. A cada dia, a cada sorriso e a cada abraço você se sente mais fortalecido. Quando se percebe realmente amando, você muda completamente. Parece que a felicidade te invade por todos os lados.

O verdadeiro amor é construído com o tempo e em bases sólidas, cheias de certezas e carinhos um pelo outro. Pode ir surgindo do nada, nascido de um sorriso bobo e se edificar aos poucos. Devagar você vai conhecendo a outra pessoa, se aproximando cada vez mais e quer estar sempre ao lado dela. Algo puro e envolvente te invade. Estar ao lado de alguém sem receios é um dos grandes encantos que a vida nos oferece.

A certa altura os dois já não conseguem disfarçar a alegria por estarem juntos. Quando se encontram só conseguem se olhar. Quando estão distantes sentem falta um do outro, mas o verdadeiro amor faz com que, nesses momentos, a pessoa se sinta ainda mais fortalecida, pois a distância mostra que, quando se ama, se confia. Quando chega a hora do reencontro, os dois se sentem muito mais unidos.

Quando se percebe amando as palavras às vezes se tornam desnecessárias: basta um olhar, um sorriso, uma acolhida. Enfim, basta o interesse mútuo, que é traduzido em paz, alegria, harmonia.

 

Ola =)

espero qe gostem! sorry a ausencia, mas tenho andando sem inspiração =S

bjs ffs S2

sinto-me:
música: telemovel qe bom x'D

publicado por big smoke às 20:49
link do post | comentar | ver comentários (51) | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 23 seguidores

.pesquisar

 

.Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Pessimismo

. Desafio "Verdade ou Menti...

. Dois anos!

. Feliz aniversario!!!

. Uma anjo chamado...Rita

. Estou vivo!!!

. A minha mensagem de Natal...

. Ao verdadeiro amor!

. Solitários!

. Amiga!!

.arquivos

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Necessidade.

. O princípio do fim.

. Butterfly

. feliz aniversario menina ...

. Um belo sorriso qe amo e ...

. 11 de Setembro de 2001.

. obrigas-me...

. Amizade! para ti miga! =D

. um post especial para a "...

. Momentos inesqueciveis...

SAPO Blogs

.subscrever feeds